Seca deve persistir no Sul até abril, mesmo com previsão de chuvas nas próximas semanas

Reservatórios operam com projeção de 33% para março, e situação pode agravar, segundo João Sanches, da Trinity Energia

A pior seca em 70 anos na região Sul do país segue atingindo os Estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná de forma intensa até abril. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), anuncia chuva para as próximas semanas, mas com pouca intensidade e, com isso, os reservatórios continuam operando com capacidade mínima. Em março de 2021, o potencial do subsistema Sul fechou em 62%. Neste ano está em 33%, representando uma queda de 53% na capacidade de produção de energia armazenável, segundo levantamento do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Para João Sanches, CEO da Trinity Energia, empresa que comercializa energia no mercado livre, a atuação do La Niña, mesmo que siga com menos intensidade, ainda pode agravar os prejuízos em toda região ao longo dos próximos meses.

– O fenômeno provoca o resfriamento anômalo das águas do Pacífico, ocasionando chuvas fortes no Norte e Nordeste do Brasil e secas no Sul, trazendo à tona toda essa preocupação e escassez de água à região Sul -, salienta ele.

Em dezembro, houve um agravamento da seca no Sudeste do Rio Grande do Sul, Centro de Santa Catarina e Oeste do Paraná, conforme informações do Monitoramento de Secas. A usina Machadinho Carlos Ermírio de Moraes, na divisa entre Santa Catarina e o Rio Grande do Sul, que parou seu funcionamento em 2020, por causa da seca, hoje opera em 12,52% de capacidade, mas sem previsão de corte no fornecimento de energia para este ano.

João Sanches destaca ainda que dificilmente ocorra interrupção na disponibilidade de energia para a região Sul, devido a melhora na situação atual dos reservatórios nos demais submercados e em razão das medidas anunciadas pelo Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE).

Para controlar os danos provocados pela seca prolongada, o governo federal decidiu manter regras mais severas, evitando, assim, a falta do fornecimento de energia elétrica em todo Sul do país, com o acionamento de termelétricas fora da ordem de mérito, priorizando as de menor custo, e a importação de energia de países vizinhos.

Sobre a Trinity Energia

A Trinity Energia é uma comercializadora de energia elétrica, autorizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e membro da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). Presente em 24 estados brasileiros, a companhia tem mais de 550 unidades entre consumidoras e geradoras sob sua gestão. A empresa, que tem faturamento de R$1,45 bilhão, foi considerada pelo Anuário 360º da Época Negócios, em 2020, como a melhor empresa de energia no quesito Governança Corporativa.

Fonte: http://www.tudosobrefloripa.com.br/index.php/desc_noticias/seca_deve_persistir_no_sul_ate_abril_mesmo_com_previsaeo_de_chuvas_nas_prox