Fontes eólica e solar atingem 10% da geração total no mundo, aponta consultoria

As fontes eólica e solar fotovoltaica geraram juntas, pela primeira vez, 10% da eletricidade no mundo durante 2021, acima de 9,3% em 2020 e o dobro em comparação com 2015, quando o Acordo Climático de Paris foi assinado, segundo análise da Ember, think tank britânico de energia. Combinadas, as fontes renováveis geraram 38% da energia do mundo no ano passado, ultrapassando o carvão, que ficou com 36%.

O estudo aponta que 50 países estão gerando mais de 10% de sua energia a partir de energia eólica e solar, acima de 43 países em 2020. As mudanças mais rápidas na matriz estão acontecendo na Holanda, Austrália e Vietnã, que transferiram mais de 8% de sua demanda total de eletricidade de combustíveis fósseis para energia eólica e solar apenas nos últimos dois anos. Três países superaram 40% de sua energia a partir de energia eólica e solar: Dinamarca (52%), Luxemburgo (43%) e Uruguai (47%).

Segundo o think tank independente, a taxa de crescimento média das fontes eólica e solar precisa ser superior a 20% até 2030 para ajudar a limitar o aquecimento global a 1,5 °C acima dos níveis anteriores à industrialização.

Para Dave Jones, líder global da Ember, ainda que o crescimento das renováveis esteja acelerado, os problemas causados pela guerra entre Rússia e Ucrânia e o aumento dos preços do gás podem fazer com que os países europeus retomem o uso de carvão, ameaçando as metas climáticas. “ Nesta década, as fontes eólica e solar precisam ser implantadas na velocidade da luz para reverter o aumento das emissões globais e combater as mudanças climáticas”, afirmou.

Recorde também nas emissões e do carvão

As emissões de CO2 do setor elétrico atingiram um recorde histórico, segundo o estudo. O aumento foi de 7 % em 2021, ou 778 milhões de toneladas – o maior aumento percentual desde 2018. O crescimento segue uma queda de 3% em 2020, colocando as emissões em um patamar superior ao do início da pandemia de covid-19.

Apesar do crescimento das fontes eólica e solar, a geração de energia a carvão também teve seu crescimento de 9% em 2021, se recuperando de uma queda de 4,2% em 2020, no maior aumento desde 1985. Já a geração de gás aumentou apenas 1% no ano passado. Segundo o estudo, 62% da energia elétrica gerada no ano passado veio de combustíveis fósseis, acima dos 61% de 2020.

Novos recordes na geração de energia a carvão foram atingidos na Ásia no ano passado, com aumento de 9% na China, 11% na Índia e 13% na Mongólia.

Fonte: https://megawhat.energy/noticias/eolica-solar/145959/energia-eolica-e-solar-atingem-10-da-geracao-total-no-mundo-aponta-consultoria