• |
  • (11) 3078-0065

Energia desacelera alta e IPCA de agosto fica em 0,87%

Postado por Trinity Energia, 13 de setembro de 2021


Índice é o maior para o mês desde 2001. Reajustes e bandeira vermelha 2 influenciam na inflação oficial do país.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo de agosto ficou em 0,87%. O valor é a maior variação para um mês de agosto desde 2001, embora tenha ficado 0,09 ponto percentual abaixo da taxa de 0,96% registrada em julho deste ano. No ano, o IPCA soma alta de 5,67% e, nos últimos 12 meses, de 9,68%, maior que os 8,99% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em agosto do ano passado, a variação foi de 0,24%.

No grupo habitação, onde energia está inserida, a variação chegou a 0,68%. O resultado foi impactado pela alta de 1,10% na energia elétrica, que desacelerou em relação ao mês anterior, quando registrou aumento de 7,88%. O resultado é consequência dos reajustes tarifários em Vitória (ES) e Belém (PA), ambos a partir de 7 de agosto, além da contribuição residual referente ao reajuste tarifário em uma das concessionárias em São Paulo a partir de 4 de julho. Além disso, a bandeira tarifária vermelha patamar 2, que adiciona R$ 9,492 a cada 100 kWh consumidos, vigorou nos meses de julho e agosto.

Fonte: Energia desacelera alta e IPCA de agosto fica em 0,87% | CanalEnergia

Compartilhe essa notícia!


separa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 3 =

Categorias
Redes Sociais